quarta-feira, 14 de abril de 2010

Porto

O Porto de 1987.
Porto, uma cidade fantástica, com cheiro a trabalho, a franqueza, a amizade.
Janeira, o nome de um homem, de um colega, de um amigo.
São referências que vamos perdendo ao longo da vida. Mas são também marcos que nos ajudaram a traçar o caminho.

Sem comentários:

Enviar um comentário