quarta-feira, 16 de junho de 2010

Conversas com o anjo-da-guarda

Esta noite tive uma discussão séria com o meu anjo-da-guarda.
Nas conversas que mantemos habitualmente, costuma acenar apenas com a cabeça.
A noite passada pedi-lhe um favor. Argumentou, bracejou, eu sei lá.
Por fim, como sempre faz, concordou com o pedido.
Embora, lhe custasse imenso andar por Lisboa, cidade de que não gosta, lá acabou por ir, zelando para que tudo corresse bem.
Já está de volta o meu amigo, tranquilizando-me.
Aproveitei para lhe mostrar esta bela foto, que ele logo conheceu.

Sem comentários:

Enviar um comentário