domingo, 18 de abril de 2010

A chaminé do amor

A chaminé algarvia domina, imponente, sobre o telhado.
Lembra os antigos menires, símbolos de afirmação do homem em tempos longínquos, quando a natureza era para ele um infindável mistério.
Como que a afirmação, perante os céus, da sua existência, da sua confiança na vida.
Mas esta chaminé algarvia contém também o primeiro desenho que provavelmente fizemos de uma mulher. Os seus cabelos compridos.
E nesse céu misterioso, através desta chaminé, homenageei o seu amor.

Sem comentários:

Publicar um comentário